24.1.10

Top 10 momentos beauty no SPFW

Os seis dias da edição de inverno 2010 do São Paulo Fashion Week chegaram ao fim, e com eles, as belezas por vezes absurdas, por vezes imperceptíveis dos 37 desfiles. Abaixo (e sem ordem de preferência!), os 10 visuais mais interessantes do evento, de acordo com a equipe do FFW.



Alexandre Herchcovitch

Celso Kamura usou a inspiração da coleção – o leste europeu – para criar um coque decorado com tranças finas. Nos olhos, três cores de sombra: azul marinho forte em todo o côncavo e laranja e dourado na linha abaixo dos olhos.



Alexandre Herchcovitch (masculino)
Celso Kamura foi direto: “não tem muito o que explicar”. A caveira foi feita primariamente com air brush, para manter um efeito esfumaçado.
Simples de explicar, mas de imenso impacto.



Amapô

Os sem-teto inspiraram Ricardo dos Anjos a fazer, nos cabelos das modelos, um coque lateral displiscente, com tranças misturadas. No rosto, o delineador termina com a linha dos olhos, que tem colados cílios postiços. Um pouco de blush rosa e duas cores de batom cintilantes terminam o look. Para os meninos, pele corrigida e um bigode falso, em homenagem aos homeless que o maquiador atende.


Fabia Bercsek
A peruca de cabelo curto e preto foi o jeito que Marcos Costa escolheu para representar a inspiração da coleção, Joana D’Arc. O destaque ficou nos olhos pretos, extremamente carregados com máscara para cílios e lápis kajal.



Gloria Coelho
A beleza meio gótica, meio irreal criada por Terry Barber teve algo inusitado: corretivo nos cílios. Para arrematar o visual high-tech, muito iluminador prateado ao redor dos olhos, nas têmporas e no alto das maçãs do rosto.
Maria Bonita
A beleza minimalista da Maria Bonita (pele corrigida e batom levinho aplicado com os dedos) é destaque por causa do penteado: um cabelo chapado, preso em um rabo baixo lateral e com uma risca colorida com pó.


Neon
O cabelo, feito por Paulo Schettini, foi inspirado nas estrelas de cinema dos anos 1940. O make de Lau Neves, igualmente retrô, marcou o retorno da marca às raízes: as bocas, coberta com gloss e pintada em seis cores diferentes, foram destaque absoluto.

Osklen
“Nude e perfeito”, definiu Terry Barber sobre o make da Osklen. O destaque fica com os apliques longos, alguns em tie dye, criados por Daniel Hernandez.


Ronaldo Fraga
A pele natural de Marcos Costa nem apareceu sob as incríveis máscaras inspiradas em Pina Bausch invertidas. “Ela sempre virou nossas cabeças, então viramos a dela”, explicou o maquiador.

Simone Nunes
Daniel Hernandez atingiu um efeito gélido (a inspiração da coleção foram esquimós) através de cores… frias! Ele aplicou glitter de duas cores nos cantos dos olhos, nas têmporas, nas maçãs do rosto e nos lábios. O cabelo, um rabo desestrurado e meio preso, tinha um volume estilo 1960.



Fonte: FFW

1 comentários:

maximumforma disse...

Meu seu blog é espetacular, show, not°10 desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom
Ass:Rodrigo